O maior amor de nossas vidas.

Hoje recebi uma mensagem no diHITT, para visitar um blog e comentar a matéria e essa falava sobre a existência de um amor único na vida e essa matéria me fez refletir muito sobre o assunto.
Se toca a alma, vem pro blog, com vocês já sabem, e esse lance de amar é muito complicado porque "amor é fogo que arde sem se ver, ferida que dói e não se sente.." como diria o mestre Camões.
Penso que na vida podemos amar várias vezes e de diferentes formas, mas que existe "aquele" amor, aquela pessoa que nem o tempo e nem as desilusões são capazes de arrancar de nossa alma, isso existe. Aquilo fica marcado como uma tatuagem na alma e é como se aquela pessoa fizesse parte do seu próprio ser e é uma pena que muitas pessoas não deem valor a um sentimento assim.
Quando amamos de forma tão intensa corremos o risco de entregar nossa alma e por esse motivo não sermos valorizados e muito menos respeitados.
Sei que vão dizer, então essa pessoa não merece esse amor, concordo, mas fala isso pro amor para ver se ele entende, entende não, ele vive e sempre tem esperanças de que um dia será valorizado. Sei também que o ser humano que sente esse amor, um dia acaba desistindo de ter esperanças, mas sei também que não deixa de amar, outros amores chegam, podem ficar por longo tempo, podem ser breves e satisfatórios, mas aquele amor da alma, esse continua lá, escondidinho no cantinho do coração, mas vivo e imenso como sempre foi.
Quando amamos demais e não somos amados com a mesma intensidade ou até somos desrespeitados pelo excesso de confiança do outro, sofremos muito e isso é muito doloroso.
O Diego é o blogueiro responsável pela minha reflexão de hoje e sua visão do grande amor é bem mais otimista que a minha e em sua postagem "Será que podemos amar uma única pessoa por toda a vida." suas colocações são fantáticas e concordo plenamente com ele quando ele diz que esse sentimento transforma a nossa percepção, eu diria mais, um grande amor transforma a nossa vida e feliz daquele que tem um grande amor e é correspondido.
O vídeo ilustrativo é perfeito, vejam, vale a pena.


1 Comentário:

pqtaoserio disse...

Não sou religioso...ou coisa do tipo...acho que um pouco sentimental...

mas o amor....não sei...é uma coisa muito estranha...

Me deixou refletindo aqui também!!!=p

beijos!!

Postar um comentário

Obrigada por fazer um comentário.
"Ah! se todo mundo fosse igual a você..."
Abraços

Hoje é

Seguidores

Dihitt

Google+ Followers

  ©The New Web Post - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo